sexta-feira, 12 de maio de 2017

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Nova Era


seus ventos
sopram tempos
signos sinais elementos

porém só os atentos
pouco a pouco anti-astutos
colhem seus primeiros frutos




Dafran Macário
Marília
Janeiro 2017

domingo, 13 de dezembro de 2015

Pena



tenho pena
de quem não vê
a vida com olhos

luminosos de desejo
marejados de gratidão
brilhantes de esperança
cristalinos de compaixão

Dafran Macário
Brasília
dezembro 2015


domingo, 2 de agosto de 2015

lua amarela

amarela lua nascendo
enorme, absurda

acendendo sombras, chamas
assustadoras, intensas

revirando fluxos, marés
dormentes, imensas

acordando bruxos, fadas
poderosas, sedentos

eriçando pelos, sentidos
estupefatos, estupendos

fecundando desejos
loucos, tortos

excitando seres
não mortos

Dafran Macário
marginal do tietê
agosto 2015

sábado, 14 de março de 2015

Doce Morte

sobre a mesa, açúcar
refrigerante, açúcar
chocolate, açúcar
café, açúcar
leite condensado, açúcar
creme de leite, açúcar...

açúcar, caramelo
chantili, açúcar
açúcar... suspiro

é pra matar qualquer um



Dafran Macário
São Paulo
março 2015

quinta-feira, 12 de março de 2015

Exortação


[à musa amiga]


poeticamente
aviso: nunca mente
o teu sorriso




Dafran Macário
São Paulo
março 2015

sábado, 18 de outubro de 2014

Caminho


estradas
curvas
voltas

entradas
saídas
desvios

despedidas


caminhos
idas
vindas

chegadas
partidas
encontros

vidas


para Mário e Jussara
Dafran Macário
Brasília
Outubro, 2014